Homepage > Programa > Trends Tecnológicos – “Eficiência e Produtividade”

Trends Tecnológicos – “Eficiência e Produtividade”1 comentários

22 Novembro 2012 | 14:30h

O acelerado desenvolvimento das TIC está diretamente ligado aos ganhos de eficiência e de produtividade. Que têm permitido às empresas e organizações responder eficazmente às profundas alterações de mercado e à crescente globalização. Portugal dispõe agora de infraestruturas tecnológicas que permitem ao País como um todo desenvolver soluções globais para clientes globais em mercados globais. Há que definir, olhando para os exemplos internacionais e para as melhores práticas, as formas como poderão ser usadas estas redes para tornar a economia mais dinâmica. E quais os caminhos para fomentar o investimento na inovação e na criação de ferramentas que promovam a eficiência e a produtividade e, em simultâneo, a competitividade do País.

Beneficie de todas as vantagens em ser congressista.

Aceda à nossa transmissão online, reveja os melhores momentos na TV APDC, consulte apresentações, entre outras ofertas exclusivas

Inscreva-se agora

Participantes

Orador

Orador

Pedro Ferreira

Country Director Huawei Portugal

cv

Orador

Orador

Nuno Carvalho

Diretor Cisco Portugal

cv

Orador

Orador

Nakhle Matta

Country Senior Officer Portugal Alcatel-Lucent

cv

Orador

ENCERRAMENTO: Carlos Oliveira

Secretário de Estado do Empreendedorismo, Competitividade e Inovação

Orador

Orador

Joaquim Santos

CTO Ericsson Portugal

Orador

Orador

João Silva Marques

New Business Development Nokia Siemens Networks

Orador

Moderador

Luís Lopes

Administrador Executivo ZON Multimédia

cv

Orador

Moderador

João Henriques

CFO Vodafone Portugal

Videolog

fotolog

flickr
ver mais

Referências

Debata o tema online

Partilhe as suas opiniões e expectativas sobre a temática desta sessão.

Faça aqui o seu comentário.

Joaquim Falcão de Lima

05.11.2012 16h31

Excelente tópico e ainda bem que aparece neste congresso e no actual contexto de crise. Esta é sem dúvida uma via para relançar a economia, o emprego e a sustentabilidade de Portugal. Era muito importante falar aqui dos tema de Portugal como destino de nearshore. Há já várias experiências de multinacionais que têm vindo a decidir por Portugal para localizar operações de dimensão e importância estratégica relevante nas áreas do BPO e KPO. A competitividade de Portugal no contexto europeu e mundial tem vindo a reforçar-se. O desenvolvimento das telecomunicações e das redes que Portugal tem assistido são, sem dúvida, um importante activo a ter em conta. Mas também o crecente volume de mão-de-obra bem qualificada que tem vindo a escolher desenvolver a sua carreira fora de Portugal por manifesta inexistência de alternativas em Portugal. Parece-me ser um tema incontornável e de extrema oportunidade e não será dificil reforçar o excelente painel com mais alguns nomes/instituições que podem acrescentar valor a esta discussão. Joaquim Falcão de Lima
seguinte anterior
Comentários 1 a 1 de 1

Patrocinadores